Topo
Onde ficar em Londres

Londres é sempre uma boa ideia! No entanto, uma das principais dúvidas quando você vai começar a organizar uma viagem por lá, é onde ficar em Londres, já que a cidade é repleta de diferentes bairros e regiões. Sem falar, que a capital inglesa é conhecida pelas suas hospedagens caras.

Por ter opções variadas, uma dica logo de início é: procure uma hospedagem que esteja próxima a uma estação de metrô (chamado de Underground ou Tube). Pois é dessa forma que você percorre de um lado a outro na cidade. Apesar de caminhar entre as regiões, o metrô te leva aos lugares mais distantes e portanto é um aliado fundamental na sua viagem. Sendo assim, veja os melhores bairros e regiões para ficar em Londres.

Está planejando uma viagem para Londres? Aproveite para ver o nosso guia gratuito de Londres, com várias informações e dicas sobre a cidade!

Onde ficar em Londres

Onde ficar em Londres

Londres se divide em nove zonas e 33 distritos (bairros). Mas você, como turista, certamente transitará apenas entre a zonas 1 e a 2. Então, vale focar nos bairros dessas zonas, que são mais centrais e próximos aos pontos turísticos.

Cada bairro possui fatores positivos e negativos. Alguns deles são mais movimentados, em contrapartida há os mais caros e exclusivos, já outros são alternativos. Enfim, vale você considerar, primeiramente, qual tipo de hospedagem e localização cabem no seu orçamento e também, qual detém as atrações que você quer visitar enquanto estiver na cidade.

As principais regiões para se hospedar em Londres são:

  • Westminster
  • Bayswater e Queensway
  • South Kensington e Knightsbridge
  • Camden Town
  • Shoreditch
  • Soho
  • Próximo de King’s Cross e St. Pancras

Lembre-se: dependendo de quanto tempo você tem por lá e por onde é sua porta de entrada e saída, ficar próximo das estações de trem, pode ser uma opção inteligente.

1. Westminster:

Westminster é a região real, política e cultural de Londres. Isso porque até hoje é o centro governamental da cidade, que abriga o Parlamento e os principais ministérios ao longo da avenida Whitehall. É na região que se encontra o famoso Big Ben, cartão-postal londrino, assim como, o Palácio de Buckingham – onde acontece a tradicional troca da guarda.

Nesse sentido, a hospedagem em Westminster é para aqueles que querem ficar a poucos passos dessas principais atrações. Outra vantagem, é que Westminster fica próximo da estação de trem e ônibus Victoria (porta de entrada de muitos viajantes em Londres).

Por outro lado, por ser uma região muito turística, é bem movimentada e as ofertas de hospedagens, apesar de abundantes, podem possuir preços elevados.

Hospedagens em Westminster:

Atrações:

  • Big Ben
  • Houses of Parliament
  • Abadia de Westminster
  • Palácio de Westminster
  • Palácio de Buckingham
  • Jewel Tower 
  • Churchill War Rooms
  • St. James Park
  • Green Park
  • Clarence House

Onde comer:

  • All Bar One Victoria
  • Bill’s Victoria Restaurant
  • Cinnamon Club
  • Wagamama

Quer saber o que visitar em Londres? Selecionamos os 7 atrações imperdíveis em Londres que você não pode deixar de conhecer quando visitarem a cidade.

2. Bayswater e Queensway

Na minha opinião, é uma das melhores áreas para ficar em Londres, pois a região é próxima de diversas atrações. Além disso, possui uma boa infraestrutura com restaurantes, supermercados, farmácias, estações de ônibus e de metrô, parques nas proximidades, lojas e muito mais. Você pode fazer tudo a pé, ou se preferir pegar um metrô e em poucos minutos está em Oxford Street, por exemplo.

Ao mesmo tempo que a região é bem localizada, você tem a experiência de andar por uma área tranquila e característica londrina, com as casinhas geminadas vitorianas e tudo mais. Portanto, se hospedar nessa parte da cidade é a garantia de praticidade e proximidade com tudo.

Hospedagens em Bayswater e Queensway:

Atrações:

  • Hyde Park
  • Kensington Gardens
  • Kensington Palace
  • Serpentine Gallery
  • Notting Hill
  • Portobello Road Market
  • Shopping Whiteleys

Onde comer:

  • Nando’s
  • Bella Italia
  • Eat Tokyo
  • Royal China

3. South Kensington e Knightsbridge

Uma das áreas mais elegantes e ricas de Londres, ou então, como os londrinos dizem “posh”. South Kensington fica ao lado de Knightsbridge e ambos os bairros, são praticamente ‘grudados’ em Chlesea. São encontradas lojas luxuosas e restaurantes exclusivos pelas ruas. Aliás, caminhar pela região é um super programa.

Além disso, há uma concentração elevada de museus e galerias de arte. Dessa forma, por mais que você não fique nessa área da cidade, vale a pena visitá-la. O ponto negativo é que é local de residência de uma parte mais endinheirada da população de Londres, portanto, isso reflete também nos preços das hospedagens.

Hospedagens em South Kensington e Knightsbridge:

Atrações:

  • Victoria & Albert Museum
  • Natural History Museum
  • Science Museum
  • Saatchi Gallery
  • Hyde Park
  • Serpentine Gallery
  • Royal Albert Hall
  • The Albert Memorial
  • Harrods

Onde comer:

  • Zia Teresa
  • Ognisko Restaurant
  • Honest Burgers South Kensington
  • Harrods Food Hall

4. Marylebone

Se sua prioridade é estar bem localizado e ao mesmo tempo, ficar próximo de grandes lojas e atrações, então Marylebone é a escolha ideal. Localizada ao norte da movimentada Oxford Street, em Marylebone você também está nas proximidades do Hyde Park, mais especificamente da famosa Speakers’ Corner.

Mas não é só compras o foco da região. Por lá está a célebre rua de Baker Street, onde morava o ilustre detetive inglês Sherlock Holmes. É possível também, visitar o museu em homenagem ao personagem. Por fim, em Marylebone fica o mundialmente conhecido museu de cera Madame Tussauds. No entanto, um ponto negativo que vale ressaltar: por ser extremamente central, a região possui hospedagens com diárias altíssimas.

Hospedagens em Marylebone:

Atrações:

  • Museu Sherlock Holmes
  • Baker Street
  • Museu Madame Tussauds
  • Marylebone High Street
  • Daunt Books (livraria para quem ama viagens)

Onde comer:

  • Orrery
  • Twist
  • The Chiltern Firehouse
  • Scott’s

5. Shoreditch

Com uma pegada mais alternativa, Shoreditch fica na região leste da cidade, chamada de East London. Conhecida pela cena artística e descolada de Londres, Shoreditch é a escolha se você prefere ficar longe do burburinho mais turístico e tradicional. Mas mesmo assim, é possível se conectar aos outros cantos através do transporte público, por isso, não se preocupe.

Por lá estão feirinhas de rua, galerias de arte, brechós e bares, sempre movimentados. Entretanto, não pense que será barato ficar em Shoreditch, a verdade é que a hospedagem londrina é cara. Dessa forma, por lá você encontra desde hotéis cinco estrelas aos hotéis boutique, com um design diferenciado e exclusivo.

Hospedagens em Shoreditch:

Atrações:

  • Brick Lane
  • Spitalfields Market
  • Whitechappel Gallery
  • Mercado de flores Columbia Road Flower Market
  • BoxPark
  • Hoxton Square

Onde comer:

  • Bengal Village
  • Masala
  • The Breakfast Club
  • Smoking Goat

6. Soho

Se hospedar pelo Soho é ideal se você curte agito, pois há movimento dia e noite pela região. Localizado em West End e próximo de grandes atrações, no Soho e arredores, você faz tudo a pé. Picadilly Circus e o Mercado de Covent Garden estão a uma curta distância, por exemplo. Assim como, Trafalgar Square, que fica nas proximidades – cerca de 10 minutos caminhando.

Ao mesmo tempo, o bairro é bem servido de transporte público, como metrô e ônibus. Então, você consegue chegar a qualquer ponto da cidade se desejar. Outro aspecto relevante é que o Soho está repleto de bares, pubs e restaurantes. Assim, são diversas opções para todos os gostos e estilos. O Soho também é distrito LGBTQ com diversas atrações para o público e simpatizantes.

Por fim, por se tratar de uma região central e bem localizada, se hospedar no Soho pode ter um custo elevado. No entanto, existem algumas opções de hostel.

Hospedagens em Soho:

Atrações:

  • Oxford Street
  • Covent Garden
  • Mercado de Covent Garden
  • Carnaby Street
  • Picadilly Circus
  • Teatros
  • Regent Street
  • Trafalgar Square
  • National Gallery

Onde comer:

  • Ceviche Soho
  • Inamo Soho
  • Burger & Lobster Soho
  • Yauatcha
  • Bodean’s BBQ Soho

7. Próximo de King’s Cross e St. Pancras:

Ideal para quem tem pouco tempo na cidade. Se hospedar nas proximidades de estações te trem e/ou ônibus poupam tempo de deslocamento. Sendo assim, ficar perto de King’s Cross e St. Pancras, que possui conexões nacionais e internacionais, é perfeito se você vem de Paris (ou se a Cidade Luz é o seu próximo destino), por exemplo. Pois é é de lá que parte e chega o trem Eurostar – que cruza o Canal da Mancha de Londres a Paris.

Além disso, a região é bem servida de transporte público e mesmo que não seja tão central quanto as outras já mencionadas, você chega facilmente aos principais pontos. A estação de trem é praticamente vizinha de Camden Town, então será tranquilo de passear pelo bairro, saindo dessa região.

Hospedagens próximo de King’s Cross e St. Pancras:

Atrações:

  • Plataforma 9 3/4 do Harry Potter em King’s Cross
  • Camden Town
  • London Canal Museum
  • Regent’s Canal

Onde comer:

  • Camino King’s Cross
  • Big Chill
  • Franco Manca
  • The Lighterman

Quer viajar sem stress? Confira as dicas abaixo:
• Reserve o seu hotel com antecedência através do Booking
• Consigo os melhores preços para alugar carro na Rent Cars
• Viaje para fora do Brasil com internet 4G
• Compre ingressos para passeios no mundo todo pela WePlann

Sou a Daniela, uma apaixonada por viagens desde que me conheço por gente! Amo viajar e tudo o que envolve o tema, por isso, também escrevo sobre esse universo. Tive a oportunidade de começar a viajar desde cedo, já morei fora duas vezes e conheci muitos lugares por aí. Adoro vivenciar novas experiências e mais ainda, compartilhá-las com as pessoas. Viajar me inspira e é transformador.

postar o comentário