Topo

O Chile tem atrações durante o ano inteiro, então vale ser visitado em todas as estações. Mas não dá pra negar que o país seja um destino especialmente conhecido pelo seu inverno.

Com temperaturas médias entre 3 e 18 graus, o inverno no Chile é perfeito para quem busca a experiência de conhecer a neve ou para quem quer aproveitar o friozinho tomando um bom vinho e experimentar a gastronomia chilena (recomendo fortemente!).

Está planejando visitar Santiago? Aproveite para ver o nosso guia gratuito de Santiago, com várias informações sobre hospedagem e dicas sobre a cidade!

Inverno no Chile

Inverno no Chile

O inverno é a época mais procurada pelos turistas para viajar para o Chile por conta de todos os atrativos que o país proporciona nessa época do ano, com especial atenção para a neve, que é sempre aguardada com ansiedade.

O Chile concentra a maior estação de esqui da América do Sul, nos padrões de estações de inverno europeu. Portanto é um país com infraestrutura adequada para receber os turistas que querem se divertir na neve e em suas diversas estações de esqui.

Quando ir:

O período de inverno no Chile, assim como em todo Hemisfério Sul, acontece de Junho a Setembro, e as temperaturas devem ficar entre -3 e 18 graus.

Mas dependendo da região que você visitar, pode encontrar climas diferentes. No alto das montanhas e estações de esqui, por exemplo, a temperatura pode chegar a -15 graus Celsius. Além disso, o sul do país, na região da Patagônia, as temperaturas serão mais baixas o ano inteiro, até mesmo durante o verão.

Se o seu objetivo é ver neve, geralmente a temporada no Chile concentra-se entre os meses de Junho a Setembro. Entretanto, não há uma regra, pois quem decide isso é a mãe natureza. Existem anos, como 2016, que a neve caiu em Abril e existem anos em que ela atrasa, como foi o caso do ano de 2015, onde a primeira nevasca aconteceu apenas em Julho.

O mais garantido é ir durante os meses de Julho e Agosto.

Está pensando em ir para o Chile no Inverno? Recomendo ler o post 7 coisas que você precisa saber sobre o inverno no Chile.

Temporada de neve:

Se o seu objetivo é aproveitar a neve do inverno no Chile, pode ser uma boa ideia programar uma viagem para um resort de esqui. O Valle Nevado costuma ter promoções para quem reservar a estadia com antecedência, algumas opções contam com café da manhã e jantar, enquanto outras incluem também o almoço.

Se você tiver planos de aproveitar seu inverno no Chile, seja esquiando ou brincando na neve, será necessário roupas apropriadas para isso. Lembre-se também de utilizar roupas quentes e em camadas, porque o frio é bastante intenso por lá.

Como se vestir na neve:

A grande sacada para não passar frio na neve é se vestir em camadas, mais especificamente, em três! Desse jeito fica fácil para manter o corpo bem aquecido e, caso sinta calor durante o dia, basta tirar uma das camadas.

Primeira camada:
Na primeira camada você vai usar uma segunda pele, algo que fique bem colado ao seu corpo e aqueça seus braços e pernas.

Segunda camada:
Serve para reforçar o trabalho realizado pela primeira camada, o ideal é usar peças de manga longa com tecido acrílico, lã ou cashmere.

Terceira camada:
Você vai precisar de um casaco de inverno apropriado. Essa é a hora que você coloca sua proteção contra ventos, chuvas e neve.

Acessórios:
Lembre-se de levar luvas, toucas e meias próprias para se andar na neve! Recomendo comprar no site da Decathlon.

Pontos turísticos no Chile durante o inverno

O Chile tem vários destinos turísticos, como sua capital Santiago, o deserto do Atacama e a Patagônia Chilena. Você terá muito o que fazer em qualquer momento do ano, mas vou destacar aqui os principais lugares que você precisa conhecer pelo país:

  • Valle Nevado – estações de esqui em Santiago
  • Parque Nacional Torres del Paine na Patagônia Chilena
  • Glaciar San Rafael
  • Cerro San Cristóbal em Santiago
  • Cerro Santa Lucía em Santiago
  • Sky Costanera em Santiago
  • Vinícolas
  • Cajón del Maipo – Embalse El Yeso
  • Carretera Austral
  • Cruce Andino

1. Valle Nevado – estações de esqui em Santiago:

Inverno no Chile - Valle Nevado

Santiago guarda vários pontos turísticos, inclusive aqui no blog temos um roteiro de 5 dias em Santiago. Se você tiver planos de passar o Inverno no Chile e estiver incluindo sua capital, precisa ir à alguma estação de esqui.

O principal ponto de esqui na cidade fica no complexo Valle Nevado, a 65 quilômetros de Santiago. Será necessário alugar equipamento e roupas adequadas, porque mesmo com sol, faz muito frio lá em cima. Além disso, sugiro contratar um tour para fazer o transporte até lá, já as estradas são bem íngremes, cheias de curvas e dirigir na neve é tarefa para quem tem mais experiência nisso.

Em geral, os centros também oferecem aulas de esqui, então mesmo sem saber nadinha sobre isso, pode ir experimentar que vai ser legal! Porém, caso você não queira esquiar, mas tem vontade de conhecer e brincar na neve, sugiro ir para Farellones.

Quer saber mais? Para maiores informações sobre preços e detalhes de como é o passeio no Valle Nevado, a maior estação de esqui do país, leia o post: esqui no Valle Nevado no Chile: quando ir, temperatura, preços.

2. Parque Nacional Torres del Paine na Patagônia Chilena:

Inverno no Chile - Torres del Paine

Um dos lugares mais visitados da Patagônia Chilena, o parque Nacional Torres del Paine conta com paisagens de tirar o fôlego.

São montanhas, icebergs de cor azul brilhante e os pampas dourados com seus animais selvagens. Os principais pontos de visitação são o conjunto com três torres de granito Cuernos del Paine, chamado assim por conta dos picos em formato de chifre.

Muitas pessoas conhecem o parque fazendo trekking pelo trajeto de aproximadamente 20km, mas também é possível conhecer o lugar de carro. Programe-se para conhecer do seu jeito.

3. Glaciar San Rafael:

Inverno no Chile - Glaciar San Rafael

Um dos maiores glaciares no norte da Patagônia e o mais próximo à linha do Equador, o Glaciar San Rafael é responsável por alimentar a Laguna San Rafael e é um super destino para o inverno no Chile.

Para conhecê-lo, é necessária a contratação de um tour guiado de um dia, já que o passeio vai durar em torno de 12 horas.

4. Cerro San Cristóbal em Santiago:

Como eu comentei antes, a capital do Chile conta com uma série de pontos turísticos incríveis. Eu nunca poderia deixar de citar o Cerro San Cristóbal, porque oferece uma das vistas mais incríveis da Cordilheira dos Andes na cidade. Além disso, existe um zoológico dentro do parque e a subida pode ser feita de funicular. É um dos imperdíveis em Santiago, você precisa mesmo conhecer!

Aproveite o nosso roteiro grátis! Acesse o nosso roteiro de 5 dias em Santiago e veja os melhores passeios para se fazer em Santiago e arredores.

5. Cerro Santa Lucía em Santiago:

Outro lugar muito legal de Santiago é o Cerro Santa Lucía, local onde a cidade foi oficialmente fundada em 1541, por isso esse é um dos principais pontos turísticos de Santiago. O espaço também conta com lindas vistas da cidade e com uma arquitetura belíssima, vale demais a visita!

6. Sky Costanera em Santiago:

Inverno no Chile - Sky Costanera

Se você, assim como eu, é um apaixonado por vistas panorâmicas, não pode deixar de ir ao Sky Costanera. Um deque de observação com paredes de vidro e uma vista de 360° que fica no topo de um arranha-céu a 300 metros de altura.

A vista lá de cima é realmente impressionante, além de ser uma opção quentinha de ambiente fechado para quando você estiver com frio demais para tomar vento.

7. Vinícolas e mais vinícolas:

O Chile é um país produtor de vinhos, por isso a visita às vinícolas também é uma ótima opção de passeio turístico. Em diferentes estações, você tem diferentes experiências nas plantações de uvas, mas nada combina mais com o inverno no Chile do que uma boa degustação de vinhos. Mesmo que você não seja um conhecedor de vinhos, a experiência de degustação em vinícola é uma delícia.

Separei três indicações para esse post:

  • Concha y Toro: a mais conhecida, acessível e turística do Chile, com visitas guiadas e degustação dos seus produtos bem perto do centro
  • Santa Rita: vinícola com vinhos deliciosos e um pouco mais afastada da cidade
  • Emiliana: oferece opções de vinhos orgânicos e biodinâmicos

8. Cajón del Maipo – Embalse El Yeso:

Inverno no Chile - Cajón del Maipo

Embalse El Yeso é uma imensa represa nos Andes, que está localizada em Cajón del Maipo, na região metropolitana de Santiago. O lugar tem paisagens inacreditáveis e é possível andar em algumas partes próximas às águas super azuis da represa.

É possível encontrar opção de passeio para todas as épocas do ano, inclusive para o inverno no Chile!

Quer saber mais? Para maiores informações sobre preços e detalhes de como é o passeio para o Embalse El Yeso, leia o post: Cajón del Maipo: um passeio diferente para quem vai ao Chile.

9. Carretera Austral:

A Carretera Austral é uma rodovia de pouco mais de 1.200 quilômetros de extensão que cruza o país e guarda no caminho vários pontos de interesse, tanto que os considerada uma das estradas mais lindas da América do Sul. É uma opção de viagem completa, já que você precisará planejar paradas e um roteiro do que conhecer ao longo da rodovia.

10. Cruce Andino:

Inverno no Chile - Cruce Andino

Essa aqui é uma super opção de viagem completa e envolve não apenas as belezas do Chile, mas também da Argentina. O Cruce Andino é uma viagem que cruza a Cordilheira dos Andes ao sul, passando por lagos e vulcões em um passeio que pode levar um ou mais dias.

Além de escolher o tempo que você vai levar para fazer o trajeto (com ou sem pernoites no caminho), você também tem que escolher a direção: do Chile para a Argentina ou da Argentina para o Chile. A primeira opção é, geralmente, a preferida para o tour porque permite avistar o vulcão Osorno, grande destaque do passeio, iluminado pelo sol da manhã. Uma super opção é encaixar este passeio no final da Carretera Austral se estiver indo sentido sul, assim você cruza a fronteira para a Argentina e finaliza sua viagem em Bariloche, tomando um chocolate quente!

Documentação necessários para viajar e aproveitar o inverno no Chile

1. Documento de identidade:

Como brasileiro, você não precisa nem de visto nem de passaporte para entrar no Chile, basta apresentar seu RG na imigração.

2. Seguro viagem:

O seguro viagem não é obrigatório para Brasileiros entrar no Chile, mas é extremamente recomendado. Principalmente porque o custo de uma consulta é extremamente caro. Eu utilizo e recomendo a empresa Seguros Promo, eles oferecem os melhores planos de seguro viagem existentes com ótimo custo/benefício. Além disso, também inclui seguro para bagagem extraviada!

3. Passagem aérea:

É difícil acompanhar os preços de passagens no site de todas as companhias aéreas, neste caso eu recomendo utilizar site agregadores. Eles reúnem o preço de todas as companhias aéreas em um só lugar e tornam o processo de encontrar quais as passagens baratas mais fácil.


Costumo utilizar o comparador de passagem aérea da ViajaNet ou o Google Flight, pois com eles eu consigo comparar o preço das passagens de todas as companhias aéreas e encontrar sempre os melhores preços.

Espero que este post reunindo informações sobre o inverno no Chile ajude vocês a planejarem a sua viagem!


Quer viajar sem stress? Confira as dicas abaixo:
• Reserve o seu hotel com antecedência através do Booking
• Consigo os melhores preços para alugar carro na Rent Cars
• Viaje para fora do Brasil com internet 4G
• Compre ingressos para passeios no mundo todo pela WePlann

postar o comentário