Topo

Nova York é uma cidade cosmopolita, com muito movimento para todos os lados o dia inteiro. Conhecida como “a cidade que nunca dorme”, a Big Apple funciona nos horários mais doidos.

Além disso, por mais que seja possível visitar muitas coisas a pé, a cidade é muito grande e as principais atrações são afastadas umas das outras, você irá precisar percorrer longas distâncias para ver tudo, por isso é importante saber como se locomover em Nova York.

Está planejando uma viagem para Nova York? Aproveite para ver o nosso guia gratuito de Nova York, com várias informações e dicas sobre a cidade!

Como se locomover em Nova York

Como se locomover em Nova York

Para escolher o melhor meio de transporte na sua viagem a Nova York, leve em consideração o tempo de deslocamento, o custo das passagens e a experiência. Sim, a experiência que você quer ter também precisa ser levada em conta. Geralmente, os táxis vão ser mais caros, mas se você deseja andar em um dos icônicos táxis amarelos de Nova York, vale a pena se programar para isso.

Está planejando uma viagem para Nova York? Confira formas de como se locomover em Nova York.

  1. Transporte público
  2. Bicicleta
  3. Táxi
  4. Aplicativo de corrida
  5. Carro alugado

1. Transporte público:

A cidade de Nova York oferece uma ótima malha de transporte público, uma das melhores formas de como se locomover em Nova York, pois é possível chegar em qualquer ponto da cidade através dele, sendo que os Os dois principais são o metrô e o ônibus. Inclusive, o metrô de Nova York é um dos maiores do mundo, lembre-se apenas que ele é antigo, por isso é normal ver vagões que parecem mal cuidados e ratos nos trilhos.

O que é MetroCard e como funciona:

MetroCard é um passe de transporte criado pela Metropolitan Transportation Authority, o órgão responsável pela gestão dos transportes públicos em Nova York.

O cartão do MetroCard é um passe de transporte que facilita e barateia o valor da passagem. Ele custa US$1 e você pode recarregar quantas vezes for necessário. Existem 9 tarifas diferentes e, entre elas, as mais usadas são pay-per-ride, 7 or 30 days unlimited, 7 day unlimited express bus plus e single ride.

Pay-per-ride:
Você você paga US$2,75 cada vez que entra no metrô ou ônibus. Você pode trocar de linha dentro das estações de metrô sem pagar a mais por isso. Caso troque de estação, aí sim pagará outra vez. Já nos ônibus, você tem direito a mais uma troca, tendo que pedir ao motorista um bilhete de transferência para poder entrar no ônibus seguinte. O carregamento mínimo nesse tipo de tarifa é de US$5,50.

7-day or 30-day unlimited:
Você pode usar o metrô ou os ônibus locais pagando somente uma vez. Os valores são US$33 para 7 dias e US$127 para 30 dias. Calcule a quantidade de vezes que você pretende usar o transporte público em Nova York para ver o que vale mais a pena para a sua estadia. O passe é válido em toda a rede de metrô e nos ônibus de linha que circulam dentro do mesmo distrito.

7-day unlimited express bus plus:
Você paga US$62 e pode usar os ônibus locais, ônibus expressos e o metrô durante 7 dias de maneira ilimitada. Lembrete: cada MetroCard só aceita uma “unlimited ride” (ou seja, viagens ilimitadas) por vez e não é possível pausar essa opção a partir do primeiro uso. Caso os seus 7 dias acabem, você precisará contratar um novo pacote de viagens ilimitadas.

Single ride:

Na tarifa single ride, o custo é de US$3. Essa tarifa não tem refil e os bilhetes só podem ser comprados nas máquinas disponíveis dentro das estações. Se você não quiser pagar os US$5,50 do cartão pay-per-ride e vai usar o metrô somente uma vez, essa é a opção ideal. Você não poderá usar o metrô e o ônibus com essa tarifa, terá de escolher somente um meio de transporte. E se precisar trocar de ônibus no meio do trajeto, é preciso pedir ao motorista do primeiro ônibus um tíquete de transferência para poder usar o seguinte.

Metrô:

Mapa do metrô de Nova York
Mapa do metrô de Nova York

A malha metroviária de Nova York é bastante ampla e liga quase toda a cidade por baixo da terra. Entre todos os meios de transporte público em Nova York, o metrô acaba sendo o mais utilizado por conta da sua praticidade e rapidez no deslocamento.

A outra vantagem de usar o metrô é o fato de as linhas funcionarem 24 horas por dia, todos os dias. Isso contribui para a movimentação de pessoas pela cidade independente do horário, garantindo que ninguém fique a pé. Ainda assim, tenha em mente que pode ser mais seguro pegar um táxi, especialmente na alta madrugada, dependendo de onde você for circular na cidade.

Não se assuste com o tamanho nem as condições das estações e dos vagões. Por ser tão antigo, o metrô acaba parecendo muito mal cuidado. É pequeno e um pouco sujo, sendo comum ver até ratos passearem despretensiosamente entre os trilhos ou os passageiros na estação.

As linhas não se cruzam na maioria das vezes, então é importante planejar bem o seu roteiro para saber exatamente quais estações servem para você.

Dica: baixe o New York Subway Map, aplicativo oficial do metrô de Nova York, para lhe auxiliar quando estiver andando no metrô da cidade de Nova York.

Tipo de passagem Preço (dólar)
Single Ride (trajeto único) $3.00
Pay-per-ride – com MetroCard $ 2.75
1-Day Pass (ilimitado) – com MetroCard $ 33.00
30-Day Pass (ilimitado) – com MetroCard $ 127.00

As passagens do metrô de Nova York tem o mesmo valor independente do trajeto. Ou seja, se você andar 2 ou 20 estações, vai pagar os mesmos US$3. Por isso, vale a pena fazer as contas de quantas viagens de metrô você pretende fazer durante a sua passagem por Nova York para comparar o bilhete individual ou o MetroCard.

Com o MetroCard, cada passagem passa a custar US$2,75 e você ainda tem a opção de comprar o passe ilimitado para 7 ou 30 dias.

Ônibus:

Assim como o metrô, os ônibus de Nova York fazem a ligação da cidade inteira de um ponto a outro. A melhor parte de andar de ônibus em Nova York é poder ver a cidade de pertinho enquanto se desloca de um ponto a outro.

Você pode usar o MetroCard para os ônibus e, dependendo da tarifa escolhida, sem limite de utilização. Caso você prefira pagar em dinheiro, lembre-se de ter o valor certo da passagem, em moedas, pois o motorista não dá troco.

Os ônibus de Nova York também circulam 24h, mas têm horários especiais durante a noite. Além disso, os ônibus locais param em todos os pontos durante o percurso e os expressos são mais rápidos porque fazem poucas paradas.

Dica: veja os mapas de horários no site da Metropolitan Transportation Authority para se organizar. Uma coisa boa dos ônibus é que entre 22h e 5h da manhã você pode solicitar ao motorista que pare em qualquer lugar, mesmo fora dos pontos de parada, por uma questão de segurança.

Ao contrário do metrô, os ônibus são adaptados para idosos e pessoas com mobilidade reduzida ou necessidades especiais, o que torna o transporte público em Nova York ainda mais democrático e acessível.

Tipo de passagem Preço (dólar)
Single Ride $3.00
Pay-per-ride – com MetroCard $ 2.75
Express Bus (ônibus expresso) $ 6.75

Caso opte por pagar em dinheiro na hora que for entrar no ônibus, saiba que o motorista não dá troco e você precisa pagar em moedas. Se você preferir comprar nas máquinas de tíquetes, pode encontrar algumas que aceitam cartão, mas a maioria é no dinheiro, mesmo.

Se precisar trocar de um ônibus para o outro, existem algumas possibilidades. Se você tiver o MetroCard ilimitado, pode fazer isso sem problemas. Se estiver com o MetroCard pay-per-ride ou se tiver pago o bilhete individual, pode solicitar ao motorista um tíquete de transferência, assim você conseguirá pegar mais um ônibus.

Atenção: o intervalo de transferência tem o limite de duas horas a partir do início da sua viagem, ou seja, de quando você pega o primeiro ônibus.

2. Aluguel de bicicletas

Uma alternativa sustentável ao transporte público em Nova York é o aluguel de bicicletas.

A principal empresa de bicicletas compartilhadas em Nova York é a Citi Bike. Para usar o serviço, é preciso pagar no terminal de retirada da bicicleta com cartão de crédito ou débito. O pagamento conta com um depósito de segurança de aproximadamente US$100, que será devolvido ao final do uso). Você pode escolher um passe diário ou de 3 dias.

Preste atenção porque as bicicletas precisam ser devolvidas a cada 30 minutos num terminal. Você pode pegar a mesma bicicleta caso queira continuar usando, mas caso atrase tem uma multa de US$4 para cada 15 minutos de atraso.

Use o mapa do site ou do app Citi Bike para se planejar e conhecer os pontos onde estão as bicicletas.

Observação: durante os meses de inverno não é possível encontrar as Citi Bike, mas as lojas ao redor do Central Park continuam funcionando.

3. Táxi:

Outra alternativa ao transporte público de como se locomover em Nova York são os famosos táxis amarelos. Em qualquer esquina da cidade você vai vê-los aos montes e não terá muita dificuldade em chamar algum.

As tarifas partem de US$2,50 e é acrescentado US$0,50 a cada meia milha ou a cada minuto em trânsito mais lento. Entre 20h e 6h, a tarifa muda para bandeira 2 e passa a partir de US$3. Durante o horário de pico, das 16h às 20h em dias de semana, a tarifa tem um acréscimo de US$1 à partida.

É recomendado que se deixe entre 10% a 15% de gorjeta, sendo o mínimo esperado arredondar a conta para cima. Por exemplo, numa corrida de US$18, deixe US$20.

4. Aplicativo de corrida:

Além dos táxis, os carros de aplicativo são uma alternativa para como se locomover em Nova York. Especialmente nos horários em que o metrô passa a ter uma oferta reduzida e os ônibus deixam de circular. Os que usamos e recomendamos são Uber e Lyft. Mas você também encontra o Juno, Via e Cabify. É importante ter pelo menos dois, pois às vezes, o preço pode estar muito diferente. Com o dólar caro, toda economia é importante, né?

É muito importante saber que, diferentemente do Brasil, esses carros não aceitam pagamento em dinheiro. Ou seja, você vai precisar pagar com cartão de crédito internacional ou usar o cartão pré-pago, caso tenha adquirido.

Dica para economizar: em mercados como Walmart e farmácia como Walgreens, existem cartões-presente (gift cards) da Uber. Pague esses cards no dinheiro em espécie e desta forma evite usar o cartão de crédito! Bem melhor, né? Os gift cards físicos da Lyft não existem por enquanto.

Caso você seja uma pessoa que gosta de planejar financeiramente a sua viagem, utilize a calculadora de preços da Uber e da Lyft, que dão a estimativa de quanto será a sua corrida.

5. Carro alugado:

Alugar um carro em viagens costuma valer a pena, mas isso pode não ser o caso numa viagem de poucos dias a Nova York.

A cidade é muito grande, tem trânsito em horários inoportunos, os estacionamentos privados são caros e é difícil encontrar vagas nas ruas. Além disso, os motoristas são agressivos, a cidade tem poucos postos de combustível e pedágios para circular para fora de Manhattan.

Se você vai passar poucos dias na cidade, prefira usar os transportes públicos e andar a pé. Assim, você vai ganhar tempo e a sua experiência vai ser mais rica.

Agora, se você pretende passar muitos dias e tem intenção de viajar para outros lugares a partir de Nova York ou vai fazer muitas compras em outlets, um carro alugado pode ser o seu maior aliado.

Dica: recomendamos fortemente que compre um chip de celular para usar aplicativos de mobilidade, como por exemplo o Waze ou Google Maps, para saber quais os melhores caminhos. As locadoras cobram um valor alto pelo GPS.

Vale lembrar a importância de contratar seguro do carro. Existem vários, sendo que os principais são:

  • LDW (Loss Damage Waiver): cobre danos ao veículo (colisões, vandalismo e roubo)
  • ALI (Additional Liability Insurance): cobre terceiros

Quanto ao tipo de carro para alugar, isso depende do tamanho do seu grupo (quantas pessoas e malas) e também do seu bolso. O que recomendo:

  • Compact e Midsize: grupos pequenos (2 a 3 pessoas)
  • Fullsize: grupos médios (3 a 4 pessoas)
  • Minivan: grupos maiores (6 a 7 pessoas)

Certifique-se de escolher uma locadora com boas avaliações.

Por último, é necessário lembrar que na hora de retirar o carro, um cartão de crédito internacional será pedido. Será cobrada uma espécie de caução, entre 100 e 300 dólares (dependendo da locadora, da época do ano, da categoria do carro e de outros fatores). Não se preocupe, esse valor será estornado se o carro for devolvido direitinho. Não é permitido deixar o caução em dinheiro.

Quer saber mais sobre como alugar o carro? Aproveite o nosso guia completo sobre como alugar carro no exterior pela RentCars e escolher o melhor seguro para você.

Com todas essas informações ficou mais fácil planejar a sua viagem para Nova York, não é? Se você ainda ficou com alguma dúvida, deixa aqui nos comentários pra gente te ajudar.


Quer viajar sem stress? Confira as dicas abaixo:
• Reserve o seu hotel com antecedência através do Booking
• Consigo os melhores preços para alugar carro na Rent Cars
• Viaje para fora do Brasil com internet 4G
• Compre ingressos para passeios no mundo todo pela WePlann

Daquelas que não para quieta muito tempo num lugar só. Viaja o mundo para viver experiências únicas, conhecer outras culturas, fotografar o cotidiano e sair da zona de conforto.

postar o comentário